Coração apertado
Meu coração agora
Uma ervilha, apertado
Como um jovem tolo
Que se enganou
Por acreditar em você
Acreditar reconquista
Segurar essa corda,
Essa esperança
Fez-me um galho seco sem vida
Nem água de pena
Nem lágrimas de dó
Reviver o fará
Seu egoísmo secou minha alma
Fez-me um grão de mostarda
Não conheço grão menor, insignificante
Rel, culpada, sem julgamento justo
Condenada por uma balança
Com dois pesos e duas medidas
Peço a Deus que não te meças
Com a medida que me mediste.
Marcadores: , , | edit post
Reações: 
0 Responses

Postar um comentário

Deixe aqui as impressões do seu coração, pois são importantes para mim.

  • Onde estará o meu amor?

    Fidelity

    Velocidade da luz

    Abrazame

    Poucas palavras

    ... e nesse caminho me perdi e me encontrei
    Não sei em que parte do caminho
    Começou a ave comer minhas sementes
    Olho para trás e não encontro o início,
    Onde comecei a perder-me.
    Ou melhor, onde comecei a me encontrar.
    Tanto faz
    Ainda há caminho