Coração apertado
Meu coração agora
Uma ervilha, apertado
Como um jovem tolo
Que se enganou
Por acreditar em você
Acreditar reconquista
Segurar essa corda,
Essa esperança
Fez-me um galho seco sem vida
Nem água de pena
Nem lágrimas de dó
Reviver o fará
Seu egoísmo secou minha alma
Fez-me um grão de mostarda
Não conheço grão menor, insignificante
Rel, culpada, sem julgamento justo
Condenada por uma balança
Com dois pesos e duas medidas
Peço a Deus que não te meças
Com a medida que me mediste.
Marcadores: , , 0 comentários | | edit post
Reações: 
"O que eu aprendi até agora da vida"..

Aprendi que a vida ensina,
Mas poucos estão dispostos a aprender
Que a cada um foi dada a vida e que cada um cuide da sua,
Achava que tinha todas as respostas
Hoje sei que não tenho nenhuma
Achava que tinha que agradar a todos
Mas aprendi que por mais que você de si
Algumas pessoas ainda consideram migalhas
Aprendi que alguns estão do nosso lado
Mas seria melhor que estivessem do outro lado
Aprendi que ser natural é inaceitável
Ser falso é o que arrecada multidões
Mas ainda existem naturalistas
Aprendi que o verdadeiro amigo
É aquele que te conhece a fundo
Ainda assim ainda o ama
Aprendi que ninguém é feliz nesse mundo
Tendo amado uma vez
Aprendi que assim como o dono marca o touro
A religião te escraviza
Aprendi a acreditar em Deus
Mas os que me ensinaram também me fazem duvidar
Aprendi a dar a Cesar o que é de Cesar
E Deus o que é de Deus
Aprendi que precisamos de Deus
Mas que gente precisa de gente
Perdi da vida algumas aulas por distração
Hoje estou de recuperação
Na prova, tirei zero
Aprendi a desaprender para aprender novamente.
Aprendi que; tirar dez é ser exatamente o que você é.
Humano. Nada mais, nada menos.
Marcadores: , , 0 comentários | | edit post
Reações: 
Fé?

A religião é uma coisa poderosa. Poucos conseguem resistir a seus encantos e poucos verdadeiramente se livram do seu abraço.

Essa semana estava observando as pessoas e algumas atitudes delas referente à fé. Fico me perguntando; Foi Deus quem nos criou ou fomos nós que criamos Deus? Essa pergunta me incomoda. Posso entender porque as pessoas se mantêm na sua fé. A fé é confortante.
Claro, ao final dessas palavras alguns dirão você não tem fé, Deus é quem sabe de todas as coisas, vamos deixar na mão dele, ou Deus disse que se tiver a fé de tamanho de grão de mostarda, moveria uma montanha.
Então vamos ao que observei; um  jovem fez aulas de moto, ansioso foi fazer o teste e não passou. O que deu de errado? Bem então farei diferente, foi à igreja fez orações com a família, o pai  pastor orou, orou fervorosamente a Deus, jejuou e pediu a Deus para passar na prova. Foi fazer o teste e passou.Fé.Outro caso, uma mãe recebe a notícia que a filha havia perdido o celular na escola. Procurou, procurou e não achou. A mãe fervorosa como ela só, como estava longe de casa e em um congresso, não podia ir a sua igreja então orou um dia inteiro e uma noite a Deus pedindo para a filha acha o celular, e o fato aconteceu. Agradeceu a Deus, o glorificou por tal fato emocionante. Fé. Quando perguntei se foi realmente Deus quem a ajudou a achar o celular, ela me disse que eu estava perdendo a fé e que se eu tivesse a fé do tamanho de um grão de mostarda eu moveria um monte. Fé. Outro caso, sabido pelos jornais e televisão. Uma família estava vendendo o seu carro e fez o anuncio, certo dia aconteceu que o marido foi trabalhar, e sua mãe saiu para resolver um assunto e ficaria fora de casa por dois dias, mas antes de sair a mãe orou com a filha e pediu para Deus a proteger, pois ficaria sozinha aquele dia, o caso da preocupação da mãe era que a filha estava grávida. Saindo a mãe e o esposo, chega uma mulher interessada para comprar o carro, o caso é que essa mulher perversa conseguiu enganar a grávida, levou-a para m matagal, matou a mulher e tirou-lhe o filho que sobreviveu. Tal mulher fez isso porque havia perdido seu filho recém nascido e na ânsia de ter seu filho de volta, matou uma mãe e roubou-lhe o filho. Enfim então pergunto; onde estava Deus? Mais preocupado com uma carta de motorista e um celular, do que com uma vida humana? Fé? Me indigna o fato das pessoas criarem Deus a sua maneira e evangelizar que seu deus é melhor que o deus dos outros. A fé é confortante, mas quando ela não dá certo, somos nós os culpados?
Marcadores: , , 5 comentários | | edit post
Reações: 
Receita da felicidade?


Gostaria de ter a receita da felicidade. Aliás, acho que a felicidade são várias receitas, ou seja, um livro inteiro de receitas que ao tentarmos fazer, algumas dão certo e outras a massa desanda.
Em algumas colocamos ingredientes demais e em outras de menos, mas sempre há aquelas que acertamos e podemos dividí-las com quem aprecia nosso bolo, nosso todo, fatia por fatia, sem nem mesmo sobrar farelo, lamber o prato.
Algumas receitas não queremos dividir com ninguém é a receita que fazemos a sós, é o momento de ficar só,  degustar , saborear . Essas receitas também fazem parte de nossa culinária vida.
A infelicidade aponta quando escolhemos a pessoa errada para dividir esse bolo. Às vezes ela não sabe saborear, admirar o confete e se comporta com indiferença ao nosso zelo e tempo demandado a preparar tal receita. Por outro lado posso dizer que sempre haverá aquelas pessoas que pedirão a sua receita, como se faz, onde compra os ingredientes, e as dicas que só você sabe e aí pode até surgir uma oportunidade de fazermos o bolo juntos. Hummm!!! Ficou uma delícia. Servida?

                                                                                      AMOrim
Marcadores: , , 1 comentários | | edit post
Reações: 
Backward
Você chegou como quem chega todos os dias
Sem pretensão sem aviso
No seu sorriso esqueci o medo e a insegurança
Dia a dia fostes marcando meus caminhos e meus passos
Então os dias chuvosos eram dias de sol
Os dias nublados eram dias de sol
Até mesmo as noites eram dias de sol
A cada manhã eu dependia de você
Porque é por sua vontade que a felicidade recai sobre mim
Por você tem apagado as incertezas de meus caminhos
Apenas com um olhar.
Vou rebobinando,
Até o ponto de partida
AMOrim
Marcadores: , , 0 comentários | | edit post
Reações: 
Estrelas
Porque estrelas?
 Porque as estrelas brilham
Porque as estrelas são muitas
Porque iluminam a noite
Porque consolam os românticos,
Em noites frias e tristes.
Por um amor distante
Porque reflete na areia
A luz do sentimento
Porque tornam platônico
O que não pode ser real
Por que consolam
Porque brilham,
Quando a falta de luz.
Porque só não brilham mais,
Quando meus olhos se enchem d'água
Por alguém que está longe
Porem dentro do coração.
                                                             AMORim
Marcadores: , , 0 comentários | | edit post
Reações: 
Sangrando
Quando eu soltar a minha voz por favor, entenda
Que palavras por palavras eis aqui uma pessoa se entregando
Coração na boca, peito aberto, vou sangrando
São as lutas dessa nossa vida que eu estou cantando
Quando eu abrir a minha garganta, essa força tanta
Tudo que você ouvir, esteja certa que eu estarei vivendo
Veja o brilho dos meus olhos e o tremor das minhas mãos
E o meu corpo tão suado, transbordando toda raça e emoção
E se eu chorar e o sal molhar o meu sorriso
Não se espante, cante que o teu canto é minha força pra cantar
Quando eu soltar a minha voz por favor entenda
Que é apenas o meu jeito viver
O que é amar...
                                                                               Gonzaguinha
Marcadores: , , , 0 comentários | | edit post
Reações: 
100 sentido sem coração

De repente me vi em um quarto, quadrado. Sim, quadrado.
E então, mas todos os quartos não são quadrados? Sim, se estivermos pensando automaticamente, mas tenho tirado as coisas do automático e colocado no manual. O quarto é quadrado porque preciso de três cantos.
Então vamos ao quatro. Em um canto eu, no outro o passado, no terceiro canto a merda dos ditos “santos” e no outro o judiciário.
Alguém já te apontou o dedo na sua cara? Sim? Então você deve saber a sensação. É isso. Imagina esse três seres me apontando o dedo na cara. O passado justificando o presente, os “santos” tentando me colocar uma cruz, que até mesmo Cristo não carregou sozinho e no terceiro canto o judiciário dando uma sentença humanamente desumana. Agora imagina esse quarto sem janela e sem porta. Não tinha para onde eu correr. Foi aí então que me lembrei, de um filme que assisti, estando à mulher em apuros ela resolveu pegar a arma e atirar na cabeça, porém antes que ela fizesse isso seu perseguidor, recuou. Sabe por quê? Porque ele queria fazer o “serviço”. Foi aí então que a mulher em apuros percebeu que essa seria o trunfo dela. Infelizmente, eu não gosto de roteiros escritos então peguei a arma e atirei na minha cabeça, assim acabou a festa do trio. Taí..! Fiquem com o cadáver e façam bom uso.
Hoje sou de todas as cores e de todos os amores. (Isso seria romântico se não fosse trágico).
Afinal de contas, quem morre não tem passado, cumpre a sentença e vira santo.

                                                                                     AMORim
Marcadores: , , 0 comentários | | edit post
Reações: 
Riscos lá e cá ...
Você me fascina
Me aceita me pede para tocar-lhe
Virar-te do avesso
Prá lá e pra cá
Nasce um coração, um amor.
Convida-me para pensar
Pensar o vazio
Rabiscos, riscos, traços, letras, números, desenhos
Nasce uma flor.
Penso, mas não assimilo
Não precisa
Transmite-me calma serena e profunda
No toque suave
Nasce um céu de estrelas
Um pedido
Um presente
Um sonho
Isso me fascina.
Você me levará
Onde o vento te deixar pousar.
                                                            AMORim
Marcadores: , , 1 comentários | | edit post
Reações: 
MUNDO SILENCIOSO

 Meu mundo é de silencio, porém
Não é silencioso como pensas
Ouço em teu olhar tuas falsas crenças
Que não te deixam ver o adiante, o além

Posso ouvir em teus gestos o desdém
Que tentas disfarçar em ações tensas
Ouço tuas idéias tão pretensas
A me julgarem próximo a um ninguém

Oh! Tolo e obtuso ser deveis pensar
Que se não ouço pelo meu ouvido
Faço pelos meus olhos a teimar

Em ver o som do amigo a me abraçar,
Em ver o som do amor sendo acolhido
Em ver o som do sol beijando o mar
 
( Para Eda, professora de Libras, por vocação)
k.chiabotto
Marcadores: , 2 comentários | | edit post
Reações: 
  • Onde estará o meu amor?

    Fidelity

    Velocidade da luz

    Abrazame

    Poucas palavras

    ... e nesse caminho me perdi e me encontrei
    Não sei em que parte do caminho
    Começou a ave comer minhas sementes
    Olho para trás e não encontro o início,
    Onde comecei a perder-me.
    Ou melhor, onde comecei a me encontrar.
    Tanto faz
    Ainda há caminho