Um dia é da caça e outro do caçador
Veio-me agora à mente umas frases que ouvi um dia desses. “um dia é da caça e outro do caçador”, “hoje você está por cima amanhã por baixo”. Fico pensando com que intuito uma pessoa fala isso. Vingança? Ódio? Desespero? Desprezo? Fui pesquisar o significado dessa frase: “Um dia é da caça e outro do caçador”.
Um dia é você que pode se dar bem passando por cima de alguém, mas amanhã é alguém se dando bem passando por cima de você.
Não pratique  o mal pois um dia a sua vitima pode se vingar de você, pois o mundo gira e você pode se arrepender depois.
Bem, essas são apenas duas explicações para essa frase e existem muitas mas todas elas são atribuídas há pessoas que praticam o que é ruim com as outras. Agora eu me pergunto o que eu fiz para merecer esse tipo de observação? São coisas boas que estou fazendo agora?
Acredito que tudo que nos acontece na vida é causa e efeito.  70% do que uma pessoa vive hoje provavelmente é causada por ela mesma e os efeitos aparecem depois Vamos então a outra frase que penso que cabe melhor aqui. “Você colhe o que planta”. Sim, um verdadeiro amigo, diria: _Parabéns! Hoje você está bem porque você plantou bons frutos, fico feliz que esteja tendo uma boa colheita ou “ hoje você está com problemas porque gastou demais e não fez as contas do que poderia gastar. Mas quem é esse que diz?: _Um dia é da caça e outro do caçador? Hoje você está por cima e manhã por baixo? O que posso pensar de alguém que diz isso, se minha colheita é de bons frutos? Todo ser humano espera reconhecimento e eu não sou diferente. Mas penso também que algumas pessoas não tem esse dom para manifestar.
“A palavra abracadabra comumente conhecida como mágica não significa nada. A autêntica palavra alquímica que abre portas chama-se gratidão.” (Álvaro Santestevan)
Marcadores: , , | edit post
Reações: 
0 Responses

Postar um comentário

Deixe aqui as impressões do seu coração, pois são importantes para mim.

  • Onde estará o meu amor?

    Fidelity

    Velocidade da luz

    Abrazame

    Poucas palavras

    ... e nesse caminho me perdi e me encontrei
    Não sei em que parte do caminho
    Começou a ave comer minhas sementes
    Olho para trás e não encontro o início,
    Onde comecei a perder-me.
    Ou melhor, onde comecei a me encontrar.
    Tanto faz
    Ainda há caminho



  • Eu

    Minha foto
    Sou um livro aberto faltando algumas páginas. Escrevo poucas vezes em preto e branco, muitas vezes colorido, vai depender sempre da cor que há no tinteiro, meu coração.

    Corações que passaram por aqui

    Vem comigo

    Passei aqui para dizer ...