Um retrato dela
Quero agradecer a uma amiga que, numa conversa informal sem pretensão de ser poetiza, e sem pretensão fotografou-me nessas belas palavras. Acredito que seja ela uma das flores que não somente eu, mas outras borboletas encontrarão pousadas. Existem coisas entre o céu e a terra que são inexplicáveis, então deixemos de prosa e leiamos seus versos.

Quando a borboleta resolveu amadurecer e sair do casulo pra voar
 Não teve ninguém que a acompanhasse nesse vôo
Ela se viu sozinha com seus medos e incertezas
 Mas criou coragem, superou seus medos, suas vertigens
Agora tem um mundo inteiro pra voar
Observe, ela pensa estar sozinha e não ter lugar para pousar

Mas ao redor, à flores , árvores e frutos que não percebia
Ela não somente terá um lugar para pousar
Como escolherá ONDE pousar
No entanto borboleta não fica parada
Ela é  livre pra voar, alçar seus vôos mais altos e ousados
Mas sempre com um lugar certo pra pousar
O lugar onde ela repousar refletirá seus pensamentos
Marcadores: , , , | edit post
Reações: 
0 Responses

Postar um comentário

Deixe aqui as impressões do seu coração, pois são importantes para mim.

  • Onde estará o meu amor?

    Fidelity

    Velocidade da luz

    Abrazame

    Poucas palavras

    ... e nesse caminho me perdi e me encontrei
    Não sei em que parte do caminho
    Começou a ave comer minhas sementes
    Olho para trás e não encontro o início,
    Onde comecei a perder-me.
    Ou melhor, onde comecei a me encontrar.
    Tanto faz
    Ainda há caminho



  • Eu

    Minha foto
    Sou um livro aberto faltando algumas páginas. Escrevo poucas vezes em preto e branco, muitas vezes colorido, vai depender sempre da cor que há no tinteiro, meu coração.

    Corações que passaram por aqui

    Vem comigo

    Passei aqui para dizer ...