LUZ

É uma estrela que aponta para o caminho
O caminho onde encontrar o salvador
A mesma luz que desvia o destruidor
Ao nascer diz-se “ela deu a LUZ
No desespero,
Há uma LUZ no fim do túnel
Na solidão, “você veio como uma LUZ”
No vazio, uma idéia, uma LUZ
Blecaute; ascenda  vela, a lamparina, a lanterna, LUZ
Criações irracionais, inseto, aquele da bundinha de LUZ
O que nos faz enxergar, a LUZ
O luzeiro maior, iluminar o dia
O luzeiro menor, alumiar a noite
Mariposas infestam as lâmpadas
Dezembro, LUZ, luzes, luminosos, luminárias, pisca piscas
Atordoam-me
Meus olhos se iluminam
Tanta LUZ, aqui acolá
LUZ, se natural não tem
Inventamos a artificial
Mas tem que ser LUZ
LUZ  até metaforicamente existe
Aquele que se tornou LUZ do mundo
Enfim, somos feitos de LUZ?

(Homenagem àqueles que se tornaram luzes em minha vida)
Marcadores: , | edit post
Reações: 
0 Responses

Postar um comentário

Deixe aqui as impressões do seu coração, pois são importantes para mim.

  • Onde estará o meu amor?

    Fidelity

    Velocidade da luz

    Abrazame

    Poucas palavras

    ... e nesse caminho me perdi e me encontrei
    Não sei em que parte do caminho
    Começou a ave comer minhas sementes
    Olho para trás e não encontro o início,
    Onde comecei a perder-me.
    Ou melhor, onde comecei a me encontrar.
    Tanto faz
    Ainda há caminho



  • Eu

    Minha foto
    Sou um livro aberto faltando algumas páginas. Escrevo poucas vezes em preto e branco, muitas vezes colorido, vai depender sempre da cor que há no tinteiro, meu coração.

    Corações que passaram por aqui

    Vem comigo

    Passei aqui para dizer ...